Sócios

De acordo com as disposições do Artigo 19 do Regulamento actualizado do Comité Científico poderão obter actualmente (refira-se à actualização do Regulamento) a condição de Sócios do referido Comité da SIBI, as pessoas jurídicas interessadas na Bioética que assim o solicitarem. A associação facilita um intercâmbio permanente entre ambos e o Sócio recebe gratuitamente da SIBI os documentos que elabora o Comité Científico em questão, as Actas das suas reuniões e a Revista SIBI (em castelhano e inglês), tendo a obrigação de pagar anualmente a quantidade simbólica de 60 euros.

Sócios:

  • Academia de Ciencias de Cuba (a 15 de dezembro de 2000) Cuba
  • Comité de Bioética da Universidad de Antioquía (Medelhin). (a 30 de janeiro de 2002) Colômbia
  • Cátedra de Direito Genético da “Universidad de Lima” (a 12 de fevereiro de 2002) Peru
  • Faculdade de Humanidades e Artes da Universidad Nacional de Rosário (Programa Interdisciplinar de Bioética para a Região). (a 25 de março de 2002) Argentina
  • Prof. Santiago Roldán García, docente de Teologia e Bioética da Pontificia Universidad Javeriana (a 30 de abril de 2002) Colômbia
  • Alfredo G. Kohn Loncarica, Catedrático da Universidad de Buenos Aires em História da Medicina, História da Ciência e Bioética e Director do Instituto de História de Medicina e do Departamento de Humanidades Médicas (a 30 de maio de 2002) Argentina
  • Instituto Farmacoepidemiologico de la Universidad de Valladolid (a 10 de junho de 2002) Espanha
  • Asociación Bioética del Medio Oeste (La Piedad) a 12 de maio de 2003 México
  • Departamento de Enfermería de la Escuela Universitaria de Enfermería de la Universidad de Valladolid(a 10 de junho de 2003) Espanha
  • Todas as Associações de Bioética da Índia (a 1 de janeiro de 2004) Índia
  • Real Sociedad Bascongada de los Amigos del País (São Sebastião, Espanha) a 12 de abril de 2004
  • Academia Argentina de Ética en Medicina (Argentina) (a 4 de maio de 2004)
  • Universidad de Iberoamérica(UNIBE) (Costa Rica) (a 25 de maio de 2004)
  • Universidad de Alcalá de Henares (Madrid, Espanha). Departamento de Ciências Sanitárias e Médico-sociais da Área de “Medicina Legal y Forense” (a 9 de novembro de 2004)